Açoes do governo através de programas sociais

O ministro do Planejamento recomendou que cotistas aguardem até agosto para receber mais. Mas, para quem tem dívidas como a do cartão de crédito, melhor opção é usar o dinheiro agora

Começou na segunda-feira o período de saque dos fundos PIS/Pasep por pessoas com menos de 60 anos. O primeiro grupo liberado para colocar a mão no dinheiro é formado por cotistas com idades entre 57 e 59 anos — quem tem mais de 60 anos pode efetuar os resgates a qualquer momento.

Quem já tem o dinheiro disponível pode optar por fazer os resgates até 29 de junho ou aguardar para fazer a retirada em agosto. Entre 30 de junho e 7 de agosto, os pagamentos serão suspensos e, neste período, será calculada a correção dos valores dos fundos.

Pis será agrado ao Bolsa Família

Em 8 de agosto, correntistas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil que têm dinheiro a receber o bolsa família terão o crédito diretamente na conta.

De 14 de agosto a 28 de setembro, será liberado o resgate para todas as idades — inclusive para quem estava no primeiro grupo a receber, mas não fez a retirada. Por isso, na quinta-feira (14), o ministro do Planejamento, Esteves Pedro Colnago Junior, disse que quem esperar para sacar em agosto terá vantagens financeiras — receberá os valores com correção que pode variar entre 8% e 10%.

Mas será mesmo que vale a pena esperar? A dica do ministro não deve ser seguida por endividados, por exemplo. Quem está nessa situação precisa fazer as contas. Se os juros da dívida forem menores do que a estimativa de correção dos fundos, pode ser o caso de deixar o saque para agosto. Mas quem está vermelho no cheque especial ou já entrou no rotativo do cartão de crédito não tem razões para aguardar.

PIS/Pasep: saques para todas as idades começam na segunda-feira; veja calendárioPIS/Pasep: saques para todas as idades começam na segunda-feira; veja calendário

Caixa e Banco do Brasil divulgam regras para saques dos fundos PIS/PasepCaixa e Banco do Brasil divulgam regras para saques dos fundos PIS/Pasep

Quem esperar até agosto para sacar cotas do PIS/Pasep pode receber maisQuem esperar até agosto para sacar cotas do PIS/Pasep pode receber mais

Se a pessoa está usando o limite do cheque especial ou deve no cartão, precisa usar imediatamente o que tiver à disposição. Porque em cerca de um mês e meio, até agosto, o que ela deve vai aumentar mais do que o saldo não sacado do PIS/Pasep – explica o educador financeiro Adriano Severo.

Como irá funcionar essa junção?

A última pesquisa de juros da Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade (Anefac) confirma o que diz Severo. Em maio, os juros, ao mês, do cartão e do cheque especial ficaram em 12%. No caso dos empréstimos em financeiras, a taxa média foi de 7,24%. E para quem acha que pode retirar o dinheiro e investir, o educador financeiro não tem boas notícias:

Não existe investimento seguro que renda algo parecido com uma taxa entre 8% e 10% em tão pouco tempo. Só se pensarmos em investimentos de risco, em ações, e isso ainda tendo sorte.

Ou seja: se a sua intenção é sacar o dinheiro agora para investir, a melhor opção é seguir o conselho do ministro, ter paciência e sacar apenas em agosto.

Em uma correção dos fundos PIS/Pasep de 10% (melhor das estimativas), alguém com saldo de R$ 1.370 (valor médio previsto pelo governo federal) veria o saque aumentar em R$ 137 — o valor passaria a R$ 1.507.

Se esse cotista tiver dívida de igual valor (R$ 1.370) e esperar até agosto, ao procurar o banco ou a operadora do cartão encontrará a pendência maior em R$ 348* — ou seja, a dívida chegaria a R$ 1.718.

Açoes do governo através de programas sociais
Avalie este post!